Carteira de Identidade

Atestados

IIPR - Notícias

19/08/2020

Papiloscopista da PCPR identifica os 6 presos mortos na cadeia de Ibiporã

topo
BASETRANSPARENTE


O Papiloscopista da Polícia Civil do Paraná (PCPR), Antônio Martins, plantonista da Sessão Regional de Identificação (SRI) de Londrina, identificou os 6 corpos carbonizados dos presos que morreram na rebelião da cadeia de Ibiporã.


A REBELIÃO


Durante a noite da segunda-feira (17/08), os detentos da cadeia de Ibiporã atearam fogo em colchões. O incêndio teve início por volta das 22h, o motivo foi briga entre facções. 


O Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, Batalhão de Choque e a Seção de Operações Especiais (SOE) do Depen-PR participaram dessa operação. A PCPR vai instaurar inquérito para apurar quem são os responsáveis pela morte dos 6 presos. 


ATENDIMENTO ESPECIAL
BASETRANSPARENTE

CORPOS CARBONIZADOS


De acordo com o Instituto Médico-Legal (IML), as mortes aconteceram antes do incêndio. 


As vítimas foram para a Ala de Queimados do HU de Londrina. Socorristas do Siate e Samu também estiveram no local. Alguns presos inalaram fumaça, mas nenhum precisou de atendimento médico.


IML
BASETRANSPARENTE

PERÍCIA NECROPAPILOSCÓPICA


A coleta necropapiloscópica, que é a coleta das impressões digitais do cadáver, é uma atividade complexa, pois a técnica varia de acordo com o estado do cadáver. No caso dos cadáveres estarem carbonizados, o que resseca consideravelmente a pele dos dedos, o Papiloscopista utilizou a técnica de aplicação de solução de hidróxido de sódio, potássio e álcool na epiderme dos dedos. 


A perícia foi realizada na madrugada de terça-feira (18/08), o Papiloscopista realizou esse trabalho sozinho, no IML de Londrina, e depois expediu os 6 Laudos da Perícia Necropapiloscópica, que enviou para a liberação dos corpos. 


Segundo a análise do Papiloscopista Antonio, nesse caso, ele acredita que a Perícia Necropapiloscópica é de suma importância em casos de repercussão midiática e a pressão psicológica aumenta consideravelmente. “É preciso ter muita frieza, disciplina, organização e paciência porque alguns dedos precisam ser tratados com produtos específicos e a restauração da epiderme leva um tempo. Mas, a Perícia Necropapiloscópica é algo fascinante, que nos faz sentir toda importância da nossa atividade e nos realiza profissionalmente” afirma Antonio.


LAUDO NECRO
BASETRANSPARENTE

 

Saiba mais sobre o trabalho do IIPR em:


 facebook           youtube          insta

BASE_PCPR




BASETRANSPARENTE

 



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.