Carteira de Identidade

Atestados

IIPR - Notícias

20/07/2020

Perícia Necropapiloscópica identifica corpo do jovem encontrado no poço em Campo Mourão

topo
BASETRANSPARENTE

IIPR IDENTIFICA O CORPO


Os Papiloscopistas da Polícia Civil do Paraná, do Instituto de Identificação (IIPR), identificaram na manhã da sexta-feira (17/07) o corpo encontrado esta semana em um poço, na chácara às margens do anel viário. 


Trata-se do jovem de 24 anos, que estava desaparecido desde sexta-feira da semana passada. Ele morava com os pais na região do conjunto Avelino Piacentini e costumava andar pelo bairro, mas na sexta-feira ele não retornou para casa.


pericia
BASETRANSPARENTE

SOBRE O DESAPARECIMENTO


A equipe de busca do Corpo de Bombeiros iniciou as buscas no domingo (12/07), com apoio da secretaria de Obras e no início da tarde desta quarta-feira (15/O7), foi encontrado o corpo de um rapaz, que supostamente havia sido desovado em um poço de aproximadamente 20 metros, em uma chácara, nas proximidades do anel viário, em Campo Mourão.


O corpo foi localizado após longos quatro dias de buscas, que incluiu abertura de buraco com retroescavadeira, as equipes escavaram as laterais do poço manualmente e a terra foi retirada com ajuda de baldes.


Há suspeitas de que antes de ser jogado no poço ele tenha sido morto a facadas. A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está investigando as circunstâncias do crime. 


CARRO
BASETRANSPARENTE

PERÍCIA NECROPAPILOSCÓPICA


A Chefe da Seção Regional de Identificação (SRI) de Campo Mourão, Papiloscopista Neide, realizou a Perícia Necropapiloscópica. Ela realizou a coleta necropapiloscópica (a coleta das impressões digitais do cadáver), na manhã de quinta-feira (16/07).


A Perícia Necropapiloscópica é uma atividade complexa, pois varia de acordo com o estado do cadáver. Depois de reunido o material ela o enviou para o Setor de Perícia Papiloscópica na Sede do IIPR em Curitiba.


PERICIA
BASETRANSPARENTE

SETOR DE PERÍCIA PAPILOSCÓPICA


Por meio da Papiloscopia, existe pelo menos dois métodos de identificação de uma pessoa, o método tradicional, no qual o Papiloscopista realiza a pesquisa manualmente no Arquivo Físico, distribuído entre individuais datiloscópicas (formulário que consta as impressões digitais dos dez dedos) e o método automatizado, no qual a pesquisa é realizada no Arquivo Informatizado, com o auxílio de um programa de computador. A sigla do inglês AFIS significa Sistema Automatizado de Identificação por Impressão Digital.

 

Na manhã da sexta-feira (17/07), foi realizada a identificação do corpo e expedido o parecer técnico feito pela Papiloscopista Liz, e enviado para a SRI de Campo Mourão para dar prosseguimento para a liberação do corpo no IML.


Mais uma vez a Perícia Necropapiloscópica realizada pelos Papiloscopistas do IIPR, ajudou a aplacar a dor de uma família que buscava por seu ente desaparecido e dar subsídios para que a Delegacia, responsável pelo caso, possa prosseguir com as investigações. 


PERICIA
BASETRANSPARENTE

PLACA DE HOMENAGEM


A Chefe da Seção Regional de Identificação (SRI) de Campo Mourão, a Papiloscopista Neide que completa esse ano 26 anos de trabalhos na Polícia Civil do Paraná, recebeu uma placa de homenagem, das mãos do Identificador Choiti, do Posto de Identificação de Jussara na manhã de sexta-feira (17/07), os identificadores da cidade de Jussara fizeram essa homenagem a ela, em agradecimento a excelente liderança que ela exerceu quando o posto de identificação de Jussara era subordinado a Campo Mourão.


A Polícia Civil do Paraná – IIPR, tem a satisfação de ter em seu quadro, servidores de longa data, que ainda estão engajados em prestar um excelente serviço à população do Paraná.


PLACA
BASETRANSPARENTE

 

Saiba mais sobre o trabalho do IIPR em:


 facebook           youtube          insta

BASE_PCPR




BASETRANSPARENTE

 



Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.